Objetivos

- Refletir a respeito do papel da Educação Física, considerando sua articulação com a função social da escola e as características da sociedade contemporânea.

- Refletir sobre o papel da escola na reconstrução crítica da cultura corporal.

- Debater acerca dos diferentes currículos de Educação Física escolar, contrapondo os alicerçados nos pressupostos das Ciências Humanas e das Ciências Naturais.

- Analisar as possibilidades da perspectiva cultural da Educação Física no processo de escolarização.

- Subsidiar a realização de pesquisas em Educação Física escolar apoiadas na teorização cultural.

Atividades de ensino

- Discussão a partir da leitura de textos e imagens

 

- Análise de experiências realizadas na Educação Básica

 

- Produção de registros a partir das reflexões realizadas

 

- Apresentação de pesquisas curriculares da Educação Física

Atividades avaliativas

- Realização das atividades propostas

 

- Contribuições nos debates em sala de aula

16/03 – Apresentação da disciplina e mapeamento dos conceitos principais

- Atividade de mapeamento

- Registro da aula

23/03 – Escolarização

VARELA, J.; ALVAREZ–URIA, F. A maquinaria escolarTeoria & Educação, Porto Alegre, n. 6, p. 68-96, 1996.

Plano

1) Retomar explicações da disciplina

2) Comentar a atividade de 16/03 

3) Explicitar um ponto de vista sobre as modificações na educação escolar e a função da Educação Física

4) Provocações

- Como Varela e Álvarez-Uria elaboraram o artigo?

- Sintetize o posicionamento dos autores

- Identifique os argumentos que utilizam para fundamentar o posicionamento

5) Assistência ao vídeo

6) Problematizar o posicionamento dos entrevistados

Para casa

Após a leitura do próximo texto, relate um episódio vivido dentro da escola e infira a respeito dos seus possíveis efeitos na constituição identitária dos sujeitos. Digite o texto e imprima-o para utilização em sala de aula. 

- Registro da aula

30/03 – Currículo   

SILVA, T. T. Currículo e identidade social: territórios contestados. In: Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Petrópolis: Vozes, 2008.

Plano

1) Ponto de partida

Qual a pretensão do autor com o ensaio? (p. 191)

Vamos aliviar possíveis tensões...

2) Discussão da atividade

Apresentar e discutir os episódios escolares a partir dos conceitos presentes no texto.

3) Explorando os argumentos e conceitos desenvolvidos pelo autor

O que seria "conhecer para governar"?

O poder em Marx x o poder em Foucault

Como currículo e poder se imbricam?

Por que é importante identificar as formas de poder (e como agem) no currículo?

Afinal, o que é representação?

Como se produz a identidade e a diferença?

Qual a contribuição da teoria crítica, na sua vertente marxista, à teoria de currículo?

Qual a contribuição dos estudos culturais e do pós-estruturalismo à teoria de currículo?

Para casa

Hall discorre sobre os aspectos substantivos e epistemológicos da cultura. Traduza esses dois conceitos para situações do cotidiano escolar e, posteriormente, para as aulas de Educação Física. Digite o texto e imprima-o para utilização em sala de aula. 

- Registro da aula

06/04 – Cultura

HALL. S. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva do texto: The centrality of culture: notes on the cultural revolutions of our time. In.: THOMPSON, Kenneth (ed.). Media and cultural regulation. London, Thousand Oaks, New Delhi: The Open University; SAGE Publications, 1997.

Plano

 

1) Resquícios do encontro anterior

Como se produz a identidade e a diferença?

Qual a contribuição da teoria crítica, na sua vertente marxista, à teoria de currículo?

Qual a contribuição dos estudos culturais e do pós-estruturalismo à teoria de currículo?

 

2) Histórico dos Estudos Culturais

 

3) Atividade

 

4) Explorando os principais argumentos e conceitos

4.1) Aspectos substantivos e epistemológicos da cultura

1. Situações do cotidiano escolar

2.Aulas de Educação Física

4.2) Centralidade da cultura

4.3) Regulação da cultura

4.4) Regulação pela cultura

 

5) Questionamentos

O que tudo isso tem a ver com o currículo?

O que tudo isso tem a ver com o currículo da Educação Física?

 

- Registro da aula

Para casa

Analise um plano bimestral, trimestral, semestral... procurando identificar a(s) teoria(s) curricular(es) que possa(m) tê-lo(s) influenciado e a perspectiva de conhecimento que o(s) perpassa(m).

Por favor, traga o documento e o registro digitado e identificado de suas análises devidamente fundamentadas no próximo encontro.

20/04 – Currículo

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Planejamento. In: Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Conhecimento. In: Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

Plano

1) Relembrar o caminho já percorrido. 

2) Em grupos, discutam os resultados das análises realizadas, procurando identificar pontos em que se aproximam e se afastam.

3) Construção de um quadro com as análises de todos os grupos.

4) Revisão coletiva das análises mediante o confronto com a literatura. 

- Registro da aula

Para casa

Analise o discurso pedagógico da terceira versão da BNCC, procurando identificar vestígios de transposições didáticas ou recontextualizações, bem como as principais influências na organização disciplinar. Sugere-se a leitura do documento introdutório e de, ao menos, um componente curricular para além da Educação Física.

3ª versão da BNCC

27/04 – Currículo

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Conhecimento escolar e discurso pedagógico. In: Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Disciplina. In: Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

Vídeo

Plano

1) Relembrar o caminho já percorrido. 

2) Identificar as "características" teóricas e práticas entre a transposição didática e a recontextualização.

3) Reconhecer os vestígios dos conceitos acima na BNCC.

- Registro da aula

Para casa

Após a leitura da bibliografia recomendada, responda às seguintes questões:

1) Tomando como ponto de comparação as pesquisas que subsidiaram a elaboração dos textos, identifique o que distingue o trabalho de Neira e Nunes (2009) das obras de Castellani Filho (Educação Física no Brasil: uma história que não se conta, publicado em 1988) e Betti (Educação Física e sociedade, publicado em 1991). Na mesma linha de raciocínio, identifique o que distingue o trabalho de Aguiar e Neira (2016) da classificação elaborada por Darido (Educação Física: questões e reflexões, publicado em 2003)?

2) O que diferencia a perspectiva pós-crítica da Educação Física das demais propostas?

04/05 – Educação Física e currículo

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. Teorização curricular e Educação Física. In: Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009.

AGUIAR, C. A.; NEIRA, M. G. O ensino da Educação Física: dos métodos ginásticos à perspectiva cultural. In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

Plano

1) Relembrar o caminho já percorrido. 

2)  Caracterizar o currículo centrado nas disciplinas escolares e o currículo centrado na estrutura das disciplinas acadêmicas.

3) Confrontar as organizações acima com aquela(s) que caracteriza(m) a BNCC.

4) Reconhecer os contrapontos apresentados por Goodson e Popkewitz.

5) Analisar os registros das perspectivas de ensino a partir dos fundamentos teórico-metodológicos que lhes dão sustentação.

 

- Registro da aula

Para casa

Após a leitura do texto, identifique vestígios da teorização crítica na sua prática, na instituição onde atua ou nas propostas curriculares que você conhece.

 

11/05 – Educação Física e currículo

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. Teorias críticas e seu impacto no currículo da Educação Física. In: Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009.

Plano

1) Relembrar o caminho já percorrido.

2) "Destaques" do texto.

3) Quais vestígios da teorização crítica você identifica na sua prática, na instituição onde atua ou nas propostas curriculares que você conhece?

- Registro da aula

Para casa 

Após a leitura do texto, selecione e envie por email uma imagem que caracteriza a sociedade contemporânea e outra que representa a escola. Em sala, será convidadx a justificá-las.

18/05 – Educação Física e currículo

NEIRA, M. G. e NUNES, M. L. F. Teorias pós-críticas: a discussão contemporânea e suas contribuições para a construção do currículo da Educação Física. In: Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009. (p. 133-186).

Plano

1) Relembrar o caminho já percorrido.

2) Exposição: sociedade moderna e efeitos da crise da modernidade.

3) Imagens da sociedade e da escola contemporâneas

4) Novos princípios epistemológicos, pós-modernismo, estruturalismo e pós-estruturalismo.

5) Questões encaminhadas  

Registro da aula

Para casa 

Após a leitura dos textos, selecione e analise um dos relatos de experiência (que não seja de sua autoria) disponíveis no sítio do grupo. Procure identificar as influências teóricas e seus efeitos na prática pedagógica narrada. 

 

25/05 – Educação Física e currículo

NUNES, M. L. F.; NEIRA, M. G. Os Estudos Culturais e o ensino da Educação Física. In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

CARVALHO, M. M. N. S.; NEIRA, M. G. O multiculturalismo e o ensino da Educação Física. In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

Plano

1) Retomar os pressupostos das teorias pós-críticas.

2) Os Estudos Culturais 

3) O multiculturalismo crítico

4) Contribuições dos EC e do MC para o ensino da Educação Física

Registro da aula

Para casa 

Após a devolutiva da análise do relato, pondere os comentários e incorpore novas críticas ao seu texto, considerando as discussões realizadas no encontro do dia 25/05 e o posicionamento de Gramorelli (2016).

01/06 – Educação Física e currículo

GRAMORELLI, L. C.; NEIRA, M. G. Concepções de cultura corporal e seus reflexos no ensino da Educação Física. In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

 

Plano

1) Devolutiva das atividades encaminhadas. Dúvidas. Exemplos de práticas fundamentadas

2) O estudo de Gramorelli (2014).

3) O estudo de Gramorelli e Neira (2016)

4) Cultura corporal: gênese e transformações - um exemplode embates  pela significação

5) Influências das teorias pós-críticas na redefinição dos conhecimentos e atividades de ensino que caracterizam o currículo da Educação Física

Para casa 

Após a leitura dos textos de Santos, retome o relato de experiência e analise a tematização e a problematização realizadas.

08/06 – Educação Física e currículo

SANTOS, I. L.; NEIRA, M. G. A tematização no ensino da Educação Física. In: In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

SANTOS, I. L.; NEIRA, M. G. A problematização no ensino da Educação Física. In: In: NEIRA, M. G. Educação Física cultural. São Paulo: Blucher, 2016.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now