Objetivos

  • Compreender a função social da escola e da Educação Física na contemporaneidade.

  • Reconhecer as propostas curriculares do componente (desenvolvimentista, psicomotora, educação para a saúde e crítica), seus fundamentos, objetivos, métodos, conteúdos e instrumentos de avaliação.

  • Posicionar-se criticamente com relação aos aspectos do cotidiano escolar que influenciam diretamente no ensino da Educação Física

Atividades de ensino

  • Discussões a partir da leitura da bibliografia indicada

  • Análise de situações didáticas da Educação Básica

  • Reflexões sobre episódios do cotidiano escolar

  • Exposições dialogadas

Avaliação

  • Análise e devolutiva dos registros das atividades de ensino

  • Análise de devolutiva dos relatórios de estágio

Orientações para realização do estágio

Data limite para envio do relatório de estágio por e-mail: 20/06

Encontro 1

28/02 – Apresentação do curso e conceitos iniciais

Registro:

Rápida apresentação do curso, objetivos, procedimentos, atividades e bibliografia. Mapeamento do perfil dxs alunxs e da forma como concebem a função da escola e da Educação Física. Discussão em pequenos grupos para confronto dos posicionamentos. Problematização das representações anunciadas.  

Encontro 2

07/03 – A função social da escola

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. As transformações sociais e seus reflexos na educação. In: Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009. Clique aqui

Registro:

A turma foi convidada a posicionar-se sobre o modo de produção do capítulo sugerido para leitura. Em seguida, assistiram a um vídeo e manifestaram suas desconfianças em relação ao conteúdo do texto e da gravação. Também problematizaram a própria representação de escola. Finalmente, confrontaram a leitura dos registros de situações didáticas com os conteúdos do capítulo e do vídeo.   

Encontro 3

14/03 – A função social da Educação Física

BRACHT, V. Educação Física; conhecimento e especificidade. In: SOUSA, E. S.; VAGO, T. M. (orgs.)Trilhas e partilhas. Belo Horizonte: Cultura, 1997. Clique aqui

Registro:

A turma foi convidada a recuperar experiências pessoais com aulas de Educação Física cujo objeto tenha sido a atividade física/exercício físico, o movimento e a cultura corporal de movimento. Concluída essa etapa, inferiram a função da Educação Física em cada situação.

Encontro 4

21/03 – O ensino da Educação Física

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. Teorização curricular e Educação Física. In: Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009. Clique aqui

Vídeo - Abordagens versus currículos da Educação Física

Registro:

Iniciamos o encontro retomando alguns pontos da atividade realizada na semana passada, principalmente, as eventuais funções da Educação Física a partir das narrativas apresentadas. Na sequência, foram distribuídas as questões problematizadoras elaboradas em casa e respondidas em grupo.   

Encontro 5

04/04 – O currículo desenvolvimentista

TANI, G. et al. Educação Física Escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EPU/EDUSP, 1988.

Clique aqui

Registro:

Iniciamos o encontro com uma conversa sobre o movimento dos/as servidores/as municipais, a aula inaugural da licenciatura e as impressões sobre a atividade realizada no dia 21/03. No laboratório de informática, a turma, organizada em duplas, foi convidada a selecionar vídeos de aulas inspiradas na perspectiva desenvolvimentista. Cada dupla apresentou e fundamentou a sua escolha. Em seguida, foi apresentada uma síntese da proposta, com destaque para as orientações didáticas que a caracterizam.

Encontro 6

11/04 – O currículo desenvolvimentista

TANI, G. et al. Educação Física Escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EPU/EDUSP, 1988.

Iniciamos o encontro retomando a conversa da semana anterior sobre a greve dos/as servidores/as e a proposta de BNCC para o Ensino Médio. O desenho curricular desenvolvimentista esboçado por Gallahue foi apresentado e sugerido como referência para a construção de planos de ensino. Em grupos, os planos foram elaborados, apresentados e analisados coletivamente.

Explicações sobre as atividades orientadoras de estágio.

Encontro 7

18/04 – O currículo psicomotor

FREIRE, J. B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física. São Paulo: Moderna, 1989.

Clique aqui

Foram apresentados alguns destaques da obra, principalmente os conceitos fundantes do currículo psicomotor: aprendizagem significativa, jogo como recurso pedagógico, movimento corporal como recurso pedagógico, esquema motor, esquema de ação e educação pelo movimento. Em seguida, a turma analisou uma aula de Educação Física desenvolvida conforme essa perspectiva. 

Encontro 8

25/04 – O currículo psicomotor

FREIRE, J. B. Educação de Corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física. São Paulo: Moderna, 1989.

Registro

A turma conheceu o quadro de planejamento das aulas elaborado por Mattos e Neira (1998). Organizada em grupos, produziram e apresentaram três aulas cada. As atividades foram analisadas levando em consideração, os objetivos propostos, a forma e o conteúdo. 

Encontro 9

02/05 – O currículo crítico

SOARES, C. L. et al. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

Clique aqui

BONETTO, P. X. R.; NEVES, M. R.; NEIRA, M. G. O tratamento destinado às diferenças nos currículos desenvolvimentista, psicomotor e crítica da Educação Física. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 12, n. 2, p. 448-463, maio/ago. 2017.

Clique aqui

O encontro teve início com uma breve discussão a respeito da teoria marxista. Em seguida, foram destacados alguns conceitos que fundamentam o currículo crítico da Educação Física: hegemonia, reflexão pedagógica diagnóstica, judicativa e teleológica, Currículo e conhecimento científico, contribuição da escola para explicar a realidade, princípios curriculares, construção espiralada do conhecimento, Conhecimento como representação do real no pensamento, noção de conteúdo, Reflexão sobre a cultura corporal, identidade de classe dos alunos, esporte enquanto tema, linguagem, objetivo, conteúdo, exemplo de tematização, método, e avaliação. Para exemplificar a proposta, a turma acessou capítulos do Livro Didático Público do Paraná (2006) e iniciou uma discussão a respeito.

Encontro 10

09/05 – O currículo crítico

SOARES, C. L. et al. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

O encontro teve início com a retomada dos conceitos fundantes da proposta crítico-superadora. Na sequência, foram apresentadas as impressões acerca da leitura que xs estudantes realizaram dos capítulos do Livro Didático Público do Paraná. Tais impressões foram objeto de discussões e análises no grande grupo. Externaram alguma “desconfiança” acerca da eficácia da proposta. Como contraponto, acessaram um vídeo selecionado pelo Pedro em que os protagonistas desenvolvem uma aula baseada na metodologia crítico-superadora. Todxs receberam capítulos do livro ainda não lidos e foram desafiadxs a responder as seguintes questões: Quais foram os conhecimentos abordados nessa unidade de ensino? Qual é o projeto de sujeito almejado?

Encontro 11

16/05 – O currículo crítico

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Editora da Unijuí, 1994.

Clique aqui

Foram apresentadas as respostas às questões encaminhadas "para casa" na semana anterior. Em seguida, foram discutidos alguns dos conceitos que fundamentam a pedagogia crítico-emancipatória. O estágio também foi objeto de conversa mediante a seleção e análise de um relatório elaborado em 2016.

Encontro 12

23/05 – O currículo crítico

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Editora da Unijuí, 1994.

Clique aqui

 Os exemplos sobre a prática contidos na obra foram lidos e analisados mediante o confronto com a fundamentação (teoria da ação comunicativa de Habermas). Organizada em pequenos grupos, a turma elaborou situações didáticas alinhadas à proposta crítico-emancipatória. Os planos foram apresentados e analisados coletivamente. 

 

Encontro 13

27/06 – O currículo da educação para a saúde

GUEDES, D. P. Educação para a saúde mediante programas de Educação Física escolarMotriz, Rio Claro, v. 5, n. 1, jun.1999.

Clique aqui

O encontro iniciou com o estabelecimento de "combinados" a respeito da reposição das aulas do período de greve. Alguns aspectos dos currículos anteriores foram relembrados. A turma apresentou e analisou os vídeos que selecionaram sobre a educação para a saúde.  As características dessa proposta foram ressaltadas.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now